segunda-feira, junho 19, 2006

evoluir

“… ninguém se levanta estando em pé… só se levanta quem cai… da mesma forma é o nosso evoluir, é com constantes quedas e consequentes levantares que vamos crescendo… ninguém nasce ensinado e temos necessidade de aprender… aprendemos cometendo erros e rectificando-os ou eliminando-os… não os devemos manter cativos dentro de nós mas não os devemos desprezar… devemos olhar para eles como fazendo parte de nós mesmos, do nosso tipo de evolução… no amor, também crescemos ao cair e ao levantarmo-nos; também vamos aprendendo a amar com o desamor, com o riso e com a lágrima, com o sol e com a lua, com a chuva, com o vento e as estrelas… com a desilusão e mesmo com a ilusão… com o sorriso, o senso e o disparate… mas é dentro de cada um de nós que o amor cresce nas constantes quedas que damos… então, ele floresce por si mesmo se lhe dermos atenção e valor… aprender que amar não é somente estar bem, também é dor… ser feliz é apenas desejar sê-lo e senti-lo no mais pequeno detalhe de cada momento das nossas vidas… ser feliz é estar feliz, é querer ser feliz da mesma forma que para amar é preciso querer amar… ninguém ama se não quiser amar… é nesse querer, nesse desejo de o ser, nesse querer sentir que, passo a passo, queda a queda, vamos evoluindo… um dia chegaremos lá e esse lá é apenas o concretizar da nossa vontade e nada mais… sou feliz porque quero ser e amo porque quero amar…”

16 comentários:

amita disse...

Trago-te um beijo com muito carinho nessa forma de amor que a Amizade cria. Adorei rever-te e obrigado pelas fotografias.
Uma flor para ti que és uma pessoa linda

Cinda disse...

Faço minhas as palavras da Amita. És uma pessoa linda e por isso tão amada pelos amigos.

Um sorriso pela tua felicidade e um beijinho doce, Quim.

andorinha disse...

Faço minhas as palavras da Amita e da Cinda. És um grande homem, Quim, como já te tenho dito e por isso, é fácil gostar-se de ti:)
Beijinhos.

Carmem L Vilanova disse...

Querido amigo,
Hoje, 19 eh o 2o aniversario da nossa doce Carmencita e estas convidado para partilhar de nossa alegria...
Muitos beijos!

Alma de Poeta disse...

Olá.....Entrei no teu blog para agradecer a amável visita.
Como todas as pessoas andam tão apressadas que nem tempo têm para ler o que escrevemos, não vou fugir á regra.
Será que este tema não merece um post e uma reflexão por parte de todos os que nos visistam só para que conste? ou estarão tão só entretidos a olhar para o seu umbigo que não reparam que o mundo gira lá fora?
Assim sendo deixo votos de um dia feliz.

piquica disse...

Pois é, andamos todos apressados. Mas quando visitamos um amigo de longa data, que nos faz reflectir em temas como este, não se impõe uma análise do texto em longas dissertações e sim uma demonstração pública da admiração e o carinho que o seu autor soube granjear entre os comentaristas habituais.

Um beijinho para ti, Quim.

Eu disse...

Concordo com a piquica, no entanto fica a dúvida, até porque me parece que o comentário da alma de poeta é um achega ao Quim, terá ele entrado no blog da Alma só pqrq que conste? É deveras desagradável receber um ccomentário tipo, gostei muito do teu blog, outro género está lindo, ou entrei para desejar um bom dia...etc...etc.
Se a pessoa anda muito ocupada é preferivel que nem comente.

lobices disse...

...na verdade, o comentário da Alma é uma achega ao autor deste blog que, neste momento, se comenta a si próprio...
...houve uma visita e um comentário da Alma ao meu post anterior que me levou a visitar o seu sítio onde, depois de ver o que entendi dever ver, deixei o meu agradecimento pela sua amável visita...
...quando não sei o que dizer do que se escreve nos outros blogs, porque não encontro palavras para o fazer, prefiro deixar, no mínimo, o meu "obrigado" do que deixar um texto bajulador e dizer o que não sinto ou não consegui sentir...
...isso, não é menosprezo nem sinónimo de pressa que faça com que não valha a pena visitar o blog visitante...
...no entanto, aceito que às vezes o silêncio seja de ouro
...abreijos

BlueShell disse...

Eu amo, quero amar...quero ser feliz...
por vezes dou comigo pelo chão...me ergo e retomo forças para continuar a amar!

Bom ler-te!
beijo, BShell

AMMedeiros disse...

"sou feliz porque quero ser e amo porque quero amar…"

Lobices, esta é paradigmática.
Nós só somos felizes quando nos decidimos a sê-lo, a nossa felicidade não depende directamente dos outros, nem do destino, nem da sorte.
Do mesmo modo que amar é um verbo que não admite ser enunciado no imperativo. Amo porque quero amar.
Um beijo

Nina disse...

Lobo, isso soou música nos ouvidos...amar porque se quer amar...caminha pois o caminho se faz caminhando. :D merci

CMatos disse...

«...sou feliz porque quero ser e amo porque quero amar...»

Se me permite eu acrescento: Sou feliz quando amo, e amo porque sou feliz.

Um abraço.

agua_quente disse...

Querer (ser feliz, amar) é meio caminho andado para conseguir.
Beijos

Daniela Mann disse...

Muito bom! Parabéns pelo post!

luz azul disse...

mais uma vez .adorei passar por aqui......bom s.joão...............beijocas grandes

Pokahontas disse...

Passei por aqui e enchi-me de alegria ao ler coisas tão simples e que me tocaram tao fundo... Obrigada por existirem ainda pessoas que nos ensinam a "como saber ser feliz". Por vezes perco a vontade de viver, por outras agarro a vida como sendo a unica que oportunidade que tenho de a viver.
Um beijo, Pokahontas