segunda-feira, maio 29, 2006

par

"... Entro no espaço que ocupo dentro de mim mesmo e tento perceber o que me rodeia para além dele... mas ao entrar dentro de mim fico perdido num labirinto de quereres e de indecisões, uma espécie de querer e de não querer e sinto que esse espaço que ocupo me dilacera a alma ou o que quer que lhe chamem... assim, ao olhar para todo o restante espaço, aquele que me rodeia, eu sinto que mais não sou do que um simples elemento de um todo que somos e do qual faço parte... entendo-me, então, como um facto e não como um desejo, um acto e não um acaso, um ser e não um abstracto... e tudo à minha volta faz sentido porque todo o resto não é mais do que eu mesmo extravazado para além de mim abarcando tudo o que tu és, tudo o que sou, tudo o que somos... e sinto, dessa forma, que o amor que existe entre nós não é um factor isolado mas um acto perfeito do que somos num só ser fundidos no acto de amar... e deixo-me ficar aí; e deixo-me ficar dentro de mim sabendo-me em ti ou deixo-me ficar em ti sabendo-me em mim e nesse mistério tão simples fica o Par, finalidade última do Amor..."

9 comentários:

cinda disse...

:)*

AQUILES disse...

Excelente poesia em prosa. Continuo a achar que um dia estas divagações deverão ser compilados num único volume.

Boa semana.

andorinha disse...

Partilho a opinião do Aquiles.
Estas divagações não "podem" ficar dispersas.:)
Beijinhos e boa semana.

agua_quente disse...

Belíssimas palavras. É bom ler-te.
Beijos

Tita - Uma mulher, Um blog, algumas palavras disse...

É sempre tão agradável vir a este jardim de rosas e palavras belas...
Quanto ao dentista, acredite que o entdo,se entendo..só que não sou assim tão corajosa a onto de fugir...e depois sofrer as consequencias...que já experimentei....
Beijo e amizade

carteiros disse...

Abrimos um marco de correio. Está disponível para quem tiver cartas na manga :)

mtc disse...

Muito bonito como sempre...
Uma boa semana para o Par :)
Um abraço e um beijinho

BlueShell disse...

É um privilégio único poder ler-te!

Grata pelas palavras
Jinhos azuis de uma concha
AZUL_0o0o0o0o0o0o0o0

musalia disse...

tanto tempo faz...é bom ouvir-te, quim.
o par. perfeição? uno...

beijinhos.