sexta-feira, julho 21, 2006

fuga

"... não tenho férias mas sinto necessidade delas... acho que devo também partir à procura de um descanso das palavras e ficar-me no vazio delas durante uns dias... sentir-me liberto dos laços que me prendem a elas e voar em direcção ao nada que preciso me rodeie... a floresta de que falei há dias tem ali uma clareira e vou aproveitar... vou caminhar em frente num percurso sem palavras escritas nem lidas... vou apenas descansar um pouco, fugir para dentro de mim; eu também preciso de mim, de vez em quando sinto necessidade de me encontrar dentro do que sou e deixar de ser o que não posso vivenciar... espreito para todos os lados e sinto que este é o momento certo para parar... descansar um pouco de tão cansado que ando de não ter cansaço... não ter férias cansa quando estar em férias é a nossa constante... avanço então em frente na procura de paz apesar de saber que a falta, que vou sentir das palavras, não me satisfaz..."

15 comentários:

CAP disse...

Um intervalo na rotina é sempre útil, não interessa o nome que se lhe dá.
Bom descanso das palavras e até breve.
Abraço!

Sulista disse...

estás como eu amigo...e depois, está quase tudo ausente. Assim ná tem piada postar :-(

Mas Vivam as férias! :-)

Um beijinho GRANDE
Até breve,

andorinha disse...

Descansa então das palavras, para voltares com palavras renovadas.:)
Bom descanso, boas férias, boa pausa, o que lhe quiseres chamar, Quim, o nome não interessa.

Fica bem:)
Um beijinho

betania disse...

quim...então aproveita bem essa clareira da floresta e tem umas boas férias.

Beijinhos

Pamina disse...

Quim,
Desejo boa pausa, belos voos interiores e depois o regresso a este "ninho aberto".
Como costumas dizer, abreijos.

P.S."Roubei-te" também a palavra, para o anúncio da nossa pausa, espero que não te importes:).

APC disse...

"Eu também preciso de mim, (...)sinto necessidade de me encontrar dentro do que sou e deixar de ser o que não posso vivenciar (...), descansar um pouco de tão cansado que ando de não ter cansaço...".

Genuínas que são as palavra - como sempre o são quando as escreves - dizem tudo, assim como diriam se as não tivesses escrito (só que ficaríamos mais pobres) e como dirão quando as não escreveres, durante "a pausa" em que as recordaremos.

Deixo-te beijinhos :-)))

PS - E "vivenciar o que tens deixado de ser", não se aplica?...

b' disse...

bom descanso

beijinhos

@:)

Maria Alfacinha disse...

Não venho comentar este post em particular. Descobri este teu cantinho por acaso e gosto do que tenho lido. Tem, quanto a mim, apenas um defeito: depois de te ler acho que nada daquilo que eu escrevo tem qualidade. :-)
Boas férias. Eu voltarei.

Nina disse...

bom descanso guerreiro...as palavras encostam-se na tua sombra, à espera de te ver caminhar. E nós tb...good rest

AMMedeiros disse...

Olá
Um descanso das palavras para que o silêncio nos invada e possamos escutar os pensamentos intimamente.
A linguagem por vezes cansa-nos e dela também precisamos de umas férias...
Que as férias que decidiste ter sejam repletas de serenos e aprazíveis pensamentos na clareira da tua vida.
Um beijo

chato disse...

Fuga? Na verdade há quem fuja de mim. Boas férias e não chateies ninguém que para isso estou cá eu.

katomart disse...

Ora finalmente de férias........
Já estava cansado de tanto descanso.
Pois então aproveite-as bem, faça muitas festinhas as rosas, pois tem assim muito tempo, mas qd voltar tb nós esperamos por mais ums merecidos miminhos. um beijo

O Micróbio II disse...

Palavras bem sentidas... :-)

Anónimo disse...

Sou novata em seu blog,e chego com suas férias.
Verdade as vezes é necessário um periodo de reflexão.
Ligia

Cinda disse...

É preciso uma pausa de vez em quando. Deixar que as palavras tenham saudades nossas :)

Senti isso após uma semana longe dos computadores e da Net.

Beijinhos doces, aqui ao sol :)