segunda-feira, julho 31, 2006

regresso


.
"... regresso da fuga às palavras... retorno às mesmas num ramo mágico de 7 petites roses que o meu quintal me brinda neste reaparecer de imagens e de letras numa tão ansiada vinda..."
.
(Curiosidade: o tamanho real de cada uma destas rosinhas é de 12 milimetros)

13 comentários:

Susana Barbosa disse...

lindas!

Anónimo disse...

Tenho andado a vaguear por este jardim de imagens e palavras.
Permita-me deixar um abraço de portista e amante do Amor como o único caminho.

José Ribeiro

Maria Alfacinha disse...

Curtinha esta fuga, hem ? :-)
Bem vindo. Gosto de te ler.

dulce disse...

As tuas rosas são tão belas quanto as tuas palavras.
Beijos.

Nina disse...

eu que não gosto tanto de rosas por serem demasiado perfeitas como seres vivos, e imperfeitas como seres humanos, adorei esse bouquet, e tal como o melhor dos manjares, creio que só o amor pode fazer medrar bouquets e refeições divinas, como de resto tudo. Benvindo ao universo das palavras. Cheira a rosas.

Cleopatra disse...

Só eu nunca consigo fugir das palavras.
Mesmo de férias elas habitam o meu ser.
são uma parte integrante de mim...
Até de noite acordo com elas e, se não as escrevo, angustio-me porque as perdi.

Cinda disse...

E que belo regresso!

As rosas do teu (e nosso) encantamento ilustrando a doçura das palavras na sonoridade de Kitaro :)

Beijinho doce e um sorriso.

katomart disse...

que bom cheirinho.......foi enorme o meu sorriso ao olhar para estas rosinhas, mesmo sabendo que não eram para mim, mas........indirectamente também são,e, como são lindas!!!!!deliciam qualquer um!!!!!! fiquei contente pela peq fuga. um beijo ao fugitivo, muita força para continuar.

andorinha disse...

Bem-vindo, Quim.
Faziam cá falta as tuas palavras e essas belas rosas.
Fica bem:)
Beijinhos

Ana Luar disse...

Que bom é saber-te por cá Joaquim!

Grilinha disse...

É bom voltar a er-te e ter este miminho das rosas do teu quintal.
Que saudades dos teus passarinhos e das nossa conversas pelos fóruns :)
Um beijinho

APC disse...

Já tou como a Cleópatra...
Eu cá fugi uma semana, e levei as palavras; o mar não ficou com elas; voltei ainda com mais.
E a vontade em ler as tuas trouxe-me cá! São rosas, senhor, são rosas! :-)
Wellcome back!

APC disse...

* vontade DE ler