quinta-feira, fevereiro 10, 2005

vento


...hoje apeteceu-me falar do vento como se fosse apenas um lamento de um velho Admastor prisioneiro de um poema já sem rima nem cor...

5 comentários:

Anónimo disse...

Na minha fraca rima, mando-te pelo vento um abraço de estima e um beijo de alento
Cinda :)*

M.C. disse...

Hoje apetecia-me o vento dentro de mim...

mauro_mars disse...

Belas palavras e uma n
ao menos bela imagem...
Parabens.
Um abraço.

musalia disse...

gosto que o vento me acaricie o rosto e os cabelos, não magoa...
beijos.

Menina_marota disse...

Um poema vindo do coração, tem sempre rima e cor...
Adoro o vento, despenteando-me os cabelos (aliás... andam sempre despenteados...)
Jinho e bom fim de semana, com este sol a brilhar...:-)