sábado, outubro 09, 2004

hoje


...e porque hoje gotas de chuva também me lavaram a alma
...e porque hoje também despi meu corpo e me olhei inteiro
...e porque hoje senti a sombra da minha ausência
...e porque hoje sorri à solidão e não fechei a janela
...e porque hoje abri a porta e entrei dentro de mim
...e porque hoje berrei o silêncio e o grito calei
...aqui vim e me quedei sorrindo do choro que ainda não chorei...

3 comentários:

Seila disse...

Oh! Quim! eu nunca, por maior e mais extensa que seja esta blogoesfera, por mais que me leve nela este desatinado ser que me conduz, nunca me deixarei de vir aqui sossegar uns instantes...nas rosas, nos bancos, nos gritos (uivos DO lobo) nos silêncios,nas homenagens, nas alegrias e nesse amor imenso que transpira de tudo...aqui!
Um fim de semana em Paz!

Anónimo disse...

É a primeira vez que te visito e estou ainda sem palavras a tanta beleza, sentimento que aqui depositas! O teu artigo é simplesmente LINDO! Sinceramente adorei e voltarei mais vezes, pois blogs assim~tão genuinos e dotados de tanta classe, não se encontram assim! Muito obrigada pelo dia que visitaste o meu blog. Um beijinho grande e resto de um bom fim-de-semana! =)
http://chamaoculta.sapo.blogs.pt

musalia disse...

afinal, também és poeta...
Gostei muito, Quim!