quinta-feira, setembro 01, 2005

planar

"...acordei nas asas dos teus sonhos e mirei-me nas águas tranquilas do teu mar... senti-me afagado pela ternura dos teus olhos e deixei-me planar no aroma do teu beijo... voei forte do meu norte para o teu colo e sorri vendo teus braços abertos numa espera sedenta de vida... afoguei-me em ti e deixei-me morrer no teu sentir..."

14 comentários:

vero disse...

" Afoguei-me em ti e deixei-me morrer no teu sentir..." Simplesmente... o amar!
Desde já agradeço-lhe o comentário no meu blog, o qual me agradou imenso! E é com alegria e esperança renovada k vejo... que ainda existe a capacidade de amar e de escrever sobre o amor noutras pessoas, na capaciade de sonhar, sentir e desejar!
Gostei ismenso do seu blog e voltarei sempre! Espero ter o prazer de ler novos comentários seus no meu blog!
Muito obrigada...
beijo*
vero.

Anónimo disse...

:))**

piquica

A.Mello-Alter disse...

Meu caro, antes de mais obrigado pela visita.
O que achaste estranho, é que eu assino o blog com pseudónimo e alguns amigos sabem que me chamo Joaquim.
Obrigado, e volta sempre

Menina_marota disse...

Que palavras tão lindas e sensíveis...

Ès um poeta, meu amigo! De palavras e sentires.

Abraço carinhoso ;)

Musician disse...

Bem, estou derretida perante tais palavras :)
Adorei o seu blog. Cheio de alegria, sentimentos e boa musica.
Espero poder voltar sempre.
Um bem-haja

Cristina disse...

que lindas palavras dizes, que romantismo.....
beijos e parabêns por seres assim :)))

Cláudia disse...

Haverá coisa melhor do que planar num estado de amor permanente? Do que sentirmos aquilo que "alguém" nos está a dizer sem precisar de proferir uma única palavra?

Este blog é, sem dúvida, um hino contínuo ao amor.

Beijo grande ***

reverse disse...

Amar...continua a ser mesmo o caminho!!

Lobistico disse...

Lobices ou lobisticos, os lobos são quem uiva mais alto..

Abraço!

wind disse...

:)))) Que romântico;) bjs

Anónimo disse...

"(...)Que saudade é essa
Do amor que não tive
Por que é que te sinto se nunca te vi
Será que são lembranças
De um tempo esquecido
Ou serão previsões
De te ver por aqui...então vem!
Me desvenda esse amor
Que me faz renascer
Faz do sonho algo lindo
Que me faça viver(...)"
(SIMONE/MPB)
Bjim

Micas disse...

"...afoguei-me em ti e deixei-me morrer no teu sentir...", mui belo este poema. Grata pela rosa e pela visita à minha humilde casa, onde será recebido de braços abertos sempre que por lá queira aparecer. Eu voltarei a este lugar pleno de ternura e beleza. Bom fim de semana

Pamina disse...

Olá Quim,

Esse é que foi um acordar:)
Gostei do teu texto e gosto da música que estou a ouvir. Boa escolha.
Depois das férias, um beijinho neste recomeço.

P.S. Vejo que já tomaste medidas para "arrumar" com os Spam. Por acaso a nós só nos chatearam 1 ou 2 vezes.

TMara disse...

um bom vôo e um amorte mansa logo um acordar. Bom f.s