domingo, dezembro 05, 2004

leito


...ali em baixo, num outro comentário, Betânia pergunta porque razão a minha paixão por Tomar; que melhor razão poderá haver na que nos apraz tão somente recordar locais por onde a nossa "caminhada" prosseguiu um rumo, por onde os sons do passado ressoam ainda nos nossos corpos e nas nossas almas, por onde os sentidos remontam a milénios de vida, de vivências sofridas?... Para além disso tudo, Tomar contém "história", Tomar contém "magia" e sobremaneira, memória!...

6 comentários:

Anónimo disse...

Direi mais: - Tomar é uma cidade tão bonita que, apesar das más memórias que me ligam a ela, continuo a achá-la linda. Só pode ser por mérito próprio!
Beijo,
DespenteadaMental

Anónimo disse...

Decididamente, tenho de ir a Tomar! :)
beijinho e uma óptima semana para ti, Quim
Cinda

Anónimo disse...

Tal como disse, lá: - Pois é, Quim!... Coisas da vida e da memória... Coisas desagradáveis, mas só isso e que, por isso, não chegam, sequer, para toldar tudo o mais. Beijo.

Vera Cymbron disse...

Compreendo o teu encantamento por Tomar... Eu encanto-me todos os dias com os recantos da minha pequena ilha.
Jinhos

LFV disse...

Tomar! Das cidades que mais me encanta. Tão histórica, tão arrumada, tão agradável. Volto sempre que posso, e acho que posso tão poucas vezes. Mas a última visita é recente: domingo passado, ido de Ourém para uma volta e para o almoço em Algarvias. Também tenho algumas fotos da cidade, achando sempre que são poucas e que são fracas perante o original.

quim disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.