sexta-feira, março 04, 2005

não

"...Não me disseste o que querias da vida e eu não pude dar-te o que pretendias. Não me disseste que o amor era tudo o que querias e eu que tão pouco dele sabia. Não me disseste que apenas querias carinho e não pude dar-te o que pretendias. Não me disseste que carinho era tudo o que querias e eu que tão pouco dele conhecia. Não me disseste que somente te bastava dar e não pude receber o que continhas. Não me disseste que te bastava amar e eu que tanto dele soubera apenas guardar. Não me disseste que te bastava sonhar e eu não te soube nos meus braços adormecer. Não me disseste que sentias tanta dor e eu que tanto tinha aprendido a sofrer. Não me disseste que te bastava um olhar meu e não te pude dirigir a luz dos meus olhos. Não me disseste que a luz te bastava e eu que tanto e tanto te amava. Não me disseste o que querias da vida e da vida eu nada te soube dar. Restou-nos a tristeza do adeus e as lágrimas dos nossos olhos a chorar..."

5 comentários:

TMara disse...

Sinto uma grande dor por detrás. Um bj e desejos de bom f.s

BlueShell disse...

Não pude evitar as lágrimas, Quim...
Muito Bom e triste este texto...
Aceita um beijo terno, BShell

Mitsou disse...

Às vezes basta um pouco tão pequeno para dar um muito tão grande! :)*

JB disse...

"Não me disseste". Triste que a comunicação esteja tantas vezes ausente do que mais importa na vida. Um abraço

Estela Belém disse...

Que texto lindo... A vida é feita de se ...

Estela