quinta-feira, março 31, 2005

simples

"...é simples e ao mesmo tempo complicado estar deste lado; olhamos para o outro lado e não o entendemos... porque deste lado somos matéria e do outro lado somos espírito, consciência... não somos ainda capazes de nos convencermos que a nossa verdadeira identidade é eterna, a nossa verdadeira essência é etérea e não material... vivenciamos apenas aqui e agora, neste espaço-tempo que nos foi concedido, o estado bruto da materialidade e habituamo-nos desde pequeninos a sermos "donos"; queremos possuir; queremos ter; agarramo-nos ao corpo e a morte passa a ser tabú; a matéria pesa porque física e não damos, por isso, conta do espírito... é simples e ao mesmo tempo complicado estar deste lado; olhamos para o outro lado e não o entendemos... e, no entanto, é tão simples: basta aceitar que a morte é apenas um renascer!..."

4 comentários:

Mitsou disse...

Reconfortante, essa aceitação. Mas nem sempre fácil, ou simples, como tu dizes. Beijo.

Anónimo disse...

... a caminhada é grande até chegarmos a essa aceitação!
sendo tão simples... continua no entanto a ser muitas vezes complicado de aceitar... mas consegue-se essa aceitação!
Beijos,
Susana

maria de fátima disse...

Sim, é como canta a Betânia, na sua
História: ...sigo devagar porque já
corri muito e levo esse sorriso lindo pois já chorei demais...

MarPuro disse...

Quem diz que ao nascer não estamos a morrer de uma vida passada para este lado, que era, afinal, o outro lado quando ainda viviamos na tal vida passada? E quem diz que ao morrermos não estaremos a nascer numa outra vida que é para nós, agora, o outro lado?

Dualeto

www.marpuranima.blogspot.com