terça-feira, junho 28, 2005

credo

"...creio numa só vida, num só ser, numa só entidade... num todo composto pelas partes em que cada parte tem o todo... creio na memória do futuro nos génes do passado que carregamos neste presente... creio na vida para além da morte porque esta é apenas física e o eu não é físico mas sim não físico... creio na existência de uma consciência colectiva única, perfeita e completada em si mesma pelo conjunto de todas as outras... creio no amor como sentimento redentor que nos ajuda a enfrentar a dor de aqui estarmos... creio que mais não somos que o objecto de uma missão a cumprir com um objectivo concreto... creio na firmeza de carácter do ser humano se ele se conseguir sublimar em si mesmo e souber quem é e o que faz aqui... creio que a missão não é fácil porque se trata de uma caminhada na aprendizagem... creio que temos apenas um dever: o de caminharmos sempre em frente, sem olhar para trás, sem culpas nem arrependimentos... creio na paz que a serenidade me concede mesmo que a luta se trave continuamente... creio que nos resta apenas uma forma de o conseguirmos: amarmos quem quer que seja, o que quer que seja porque nada mais somos do que pequenas partículas de uma única Entidade: o Universo!..."

12 comentários:

contadordehistorias disse...

Acreditar no ínicio de um todo. Mas para onde o caminho?

abraço

Mitsou disse...

É esse Credo que te dá a serenidade que tanto te invejo. Mas eu hei-de lá chegar. Beijo grande.

Anónimo disse...

Quim,nada há de bom nesta vida salvo a esperança de um outra vida

Um boa noite para ti

Maria Ana

wind disse...

É bom ter esse Crer:) bjs

Pamina disse...

Como diz a Wind, é bom teres esse crer.
Destaquei esta frase:
..."creio na firmeza de carácter do ser humano se ele se conseguir sublimar..."
O ser humano é capaz dos actos mais vis, mas também da maior dádiva.
Um beijinho.

andorinha disse...

Como já disseram a Wind e a Pamina é bom teres esse crer. E isso faz de ti a pessoa que és!
Um beijinho.

amita disse...

Crendo dessa maneira, porque não crer em ti?! Excelente meditação do percurso, Quim. Bjinhos.

ENCONTRO DA BLOGOSFERA - LISBOA 2005 disse...

Boa noite, venho simplesmente dar uma satisfação a uma das poucas pessoas que demonstrou interesse relativamente à participação no Encontro da Blogosfera em Lisboa! Seria um enorme prazer continuar a contar com a tua presença, no entanto tenho que dizer que muito provavelmente o Encontro não se vai realizar, pelo menos não nesta data que está planeado, na medida em que o número de inscrições é praticamente nulo, e infelizmente eu tenho muito pouco tempo livre e disponivel para me dedicar a divulgá-lo para que as inscrições aumentassem, por esse motivo e porque também eu vou de férias no dia 9 de Julho próximo! O Encontro vai ser adiado para Setembro, altura em que a maioria já regressou das suas férias,´e quando eu regressar tratarei de marcar outra data e divulgá-lo da melhor forma! De qualquer forma obrigada pelo interesse! Fiquem atentos ao Blog do Encontro a partir de 1 de Agosto! Um beijinho...Margarida

opai disse...

Bom dia, Quim. Creio que a vida só se vive uma vez e que gostamos de estar vivos.
Um abraço.

Raquel V. disse...

Creio no infinito... nos números que nunca terminam, nos milagres que serão explicados e ainda assim serão milagres...
Beijo

Adryka disse...

Olá amigo´tenho recebido correio teu mas acredita que ainda n/ me entendi com nada, em relação a este post é fascinante, então a musica é divina.
beijos

Anónimo disse...

PELAS INCONTÁVEIS VEZES QUE ESTOU A PASSEAR POR AQUI...
CREIO EM TI!!!
PUDERA O SER HUMANO ACREDITAR EM SI MESMO!!!!