segunda-feira, junho 20, 2005

pedir

"...o mais difícil é permanecer e mudar ao mesmo tempo… ser e aceitar não ser… penso que sim… o mais difícil é mudar permanecendo o mesmo e aceitar ser aquilo que não se é… ou outra alusão idêntica… penso que cheguei a um ponto da minha vida em que tenho de deixar de ser aquilo que sou, mudando definitivamente... penso que cheguei a um ponto da minha vida em que tenho de pedir “coisas” à vida, não tendo o medo ancestral de obter um não como resposta... penso que cheguei a um ponto da minha vida em que tenho de ser e aceitar não ser, num permanecer mudando… espero conseguir..."

10 comentários:

smooth_word disse...

Boa Tarde Lobices

Um belo texto para reflexão...
Podemos simplesmente ser? Estaremos preparados para ouvir um não ao que pedimos à vida? Será preciso uma serenidade e um auto-conhecimento grande, para nos prepararmos para as adversidades que daí podem advir. Tenho confiança que vai conseguir!

Um beijo,

Mitsou disse...

Sabes que não sou muito de citações, mas hoje não resisti:
"O homem pode acreditar no impossível, mas não pode acreditar no improvável." (Oscar Wilde)

:)))***

Menina_marota disse...

Meu doce poeta... grata pelas palavras deixadas no meu Blog!
Lindas!

"...penso que cheguei a um ponto da minha vida em que tenho de ser e aceitar não ser, num permanecer mudando..."

Umas belas palavras de reflexão e amadurecimento...

Abraço terno :-)

wind disse...

É só quereres:) bjs

Pamina disse...

Diz o ditado popular:"Quem não arrisca não petisca". Atira-te, sem "medo de obter um não". Por vezes sai-se magoado, mas não há nada pior do que olharmos para trás e lamentar aquilo que não fizemos.
Um beijinho

lazuli disse...

Olá, Lobices;) é sempre um prazer ler-te.
Um abraço*
Fernanda G

Sextosentido disse...

... tentar valerá sempre a pena.

Ouvi dizer que estão a falar de ti lá no blogue, mas eu não sei de nada ;)

Tão só, um pai disse...

Muito enigmático, Quim, muito. Mas, uma coisa é certa. Nunca me pareceste ser uma pessoa do tipo "Sou como sou, não vou mudar , por isso, aceitem-me como sou e aturem-me".
Mas enfim. Muda, mas para melhor, mesmo que isso signifique que te tornes menos simpático para alguém.
Um abraço.

woelfin disse...

Quando escreves

...penso que cheguei a um ponto da minha vida em que tenho de deixar de ser aquilo que sou, mudando definitivamente...

Nunca vais deixar de ser aquilo que és, Quim, mas irás certamente conseguir! Com essa tua força, tudo se consegue...;)

Um abraço

augustoM disse...

Joaquim, o pior que nos pode acontecer é a resignação.
Um abraço. Augusto