terça-feira, julho 12, 2005

adágio

Oh lógica da beleza...
Oh verdade infinita
Criança cristalina
Soluçando nos meus ouvidos
Como soluços doces e divinos....
Oh bela e pura melodia
Que por entre a fragrância do ritmo
Te revejo no infinito
Do meu ser interior
De sonhos perdidos
Em sonhos de amor...
Oh lógica bendita
De som belo e de cor azul...

Tão bonita!...

6 comentários:

BlueShell disse...

Primeiriiinhaaaaaaa!

Divino, este texto!

Jinho fresquinho
BShell

Freddy disse...

Caro Quim, n percebo pq é q n consegue entrar na minha Zona Franca... Quem revela dificuldades é pq usa o Firefox mas com o Explorer ng se queixa...

Abraço grande da Zona Franca

Anónimo disse...

É lógico que se goste da lógica beleza de um texto destes :)*

piquica

Cristina disse...

muito bonito Joaquim.
um abraço

Menina_marota disse...

Lindo!! E, ao som desta música revela-se uma beleza maior.

Deixo-te um abraço... estou de volta... ainda devagarinho ;) mas a saudade doía!

Jinhos e até sábado ;)

Pólux disse...

Gosto da lógica da beleza e, também, da sabedoria com que rega e cuida deste seu belo jardim.