sábado, julho 23, 2005

vivo


"...Prostitui-me no teu doce corpo
Sedento de beijos suaves

De prazer impuro
Sexo, sede, fome, amor duro
No âmago da carne
Num espírito de fogo ardente
Lento e rápido
Forte e demente
Explodindo tudo
Numa implosão desmedida…
Diz-me tu, oh musa divina
Se fique, se me quede,
Se me vá de partida
Diz-me tu, oh musa divina
Se agarre, se me abandone
Se vá vivo em tua vida…"

16 comentários:

Anónimo disse...

Vive, sim, quero-te bem vivo dentro de mim. Quedo nos silêncios da ternura, voraz nos arroubos de loucura. Quero-te. Quero-te, aqui.

piquica

lunema disse...

Tomara eu
que renunciasses
à minha loucura

Nada consigo fazer
senão pensar em ti

e criar

Cláudia disse...

Estas palavras transpiram paixão...

Arrebatador! E o olhar parece longe, como que perdido algures nas entrelinhas do poema...

Doces Momentos disse...

Adorei o teu poema.
Beijos doces

Anónimo disse...

Oiiiiiiiii
Este teu blog é uma verdadeira viagem na montanha russa,dá um frrrriiiioooo na barriga...é uma llloooouuuuuuuuuuuccccuuurrrraaa!
E mais,liberta corpo-alma-mente de quaisquer amarras,libera a emoção e entrega-se aos desejos do coração


...Desde que em teus olhos me vi,
vivo assim...
...Sou...
*(...Um passageiro alado
...Viajante dos teus olhos
...E no doce dos teus lábios
...Faço um vôo para outra estação...
...Então...
...Deixa eu correr o risco de te amar...
...Deixa eu queimar meu corpo no teu sol...
...Viajar em teu rio...
...Morder teu anzol...
E morrer...
Em tuas mãos...)

*Adaptação/MPB/Som Brasil.

Su disse...

agarra-te ....e te abandona! não é "ou" é "e". consegues?! ...rs ...
fica bem, gostei do sentimento

wind disse...

Bonito. bjs

Amada Mi!!! disse...

Um olhar de quem sente necessidade de doer em alguém. Com carinho...

Menina_marota disse...

Intenso este teu poema, Quim...
Gostei muito de o ler...

Deixo um abraço e bom fim de semana :)

Zecatelhado disse...

Grande Quim!!!

Um abração do
Zecatelhado

Anónimo disse...

As paixões são os ventos que enfunam as velas dos barcos ....elas fazem-nos naufragar por vezes ,mas,sem elas,eles não poderiam singrar .

Bom Domingo

Carlota Joaquina

Buddha Breezer disse...

Obrigado pela visita ao Buddha Breezer, voltarei sempre aqui.

Bem Haja

Mocho Falante disse...

No outro dia tentei vir aqui agradecer a tua visita ao meu poiso mas não consegui, hoje voltei a insistir e novamente adorei o que li, por isso serei um visitante constante a este lugar

um abraço

e depois esta musica é de facto muiiito bonita

Cristina disse...

um homem apaixonado tem sempre outro encanto
um beijo

Alexandre Sousa disse...

Um abraço. Não esqueças da importância da guarda. As coisas boas devem sempre serguardadas no cofre. Dá para entender?

Sulista disse...

...eu cá, nunca iria "de partida"
com uma coisa assim tão bem escrita ;-)

Forte poema!
Cumprimentos
Sulista