sábado, maio 14, 2005

o "Almirante"


...chamavam-lhe "O Almirante" pelo seu porte altivo, pela sua nobreza, pelo seu carácter, pela sua soberba figura de gigante; nos seus 2,10 m. de estatura; assim era o pai do meu pai; ainda me lembro dele e da sua voz grave; ainda me lembro da sua agonia no leito onde suspirou pela última vez; foi há mais de 55 anos; hoje lembrei-me dele apesar de todos os dias passar pela parede onde ele se encontra emoldurado nesta foto; diziam que ele era especial; diziam que o meu pai, já casado, ainda levou uma estalada dele; era apenas um simples funcionário alfandegário, no entanto, tratavam-no por "Almirante"!...

8 comentários:

Mitsou disse...

E era absolutamente merecido! Esse Avô foi muito especial para ti e, pelo teu gesto, te deixo um beijinho doce e enternecido :)

wind disse...

Uma pessoa de porte duro. bjs

woelfin disse...

Belo retrato o do teu Avô

Também me lembro muito do meu Avô...
Também foi muito especial para mim
e não só...

Assim escreveu o meu Avô:

...mesmo nas horas mais amargas e desanimadoras - que a ninguém faltam - quando só com sacrifício se pode trabalhar, foi na investigação, no estudo e na meditação que exclusivamente procurei conforto e coragem. É que nada de melhor nos pode satisfazer e fortalecer a alma...

Um abraço

woelfin disse...

If I could take a photo and hold it gently in my hand, and if I closed my eyes and felt its softness and warmth as I touched it, caressed it and kissed it with my lips, and if I shaped it, moulded it and smoothed it so that it became special and precious to me, though I knew not what it said, but was somehow still aware that the whole meaning of my life was or could be contained therein, when I opened my eyes to look it what would it say….

To you

Guadalupe disse...

Tenho na parede um retrato dum antepassado...não sei quem é, encontrei-o entre as coisas da minha mãe, mas os seus olhos são parecidos com os meus. Os sinais que por nós passam, são parte da nossa imortalidade.. Fazem-me sentir (como diria o Carl Sagan) que jamais deixaremos de existir..porque somos o pó das estrelas. Guardo os retratos porque eles, ali, me deram a vida..
Quantas vezes ligamos a rádio, e ouvimos aquela música que nos faz recuar no tempo?
Pois é...Isso não é passado, é presente, é hoje..aqui.

"I'm sorry that I hurt you
It's something I must live with everyday
And all the pain I put you through
I wish that I could take it all away
And be the one who catches all your tears
Thats why i need you to hear

I've found a resaon for me
To change who I used to be
A reason to start over new
and the reason is You.."

Sejam felizes:))

Guadalupe disse...

..E acho que és uma fotocópia dele, Quim..
Observem bem, e vejam se não tenho razão:)

Anónimo disse...

Imagino o que possas sentir,eu também tive avós,um,com quem dizem que me pareço...era O meu avô especial.
Não tenho muitas fotografias dele,ele é que mas tirava...
Emocionei-me hoje por aqui.
Mas,o teu avô e,este olhar ...gostei de o conhecer!
beijinho grande.
M

amita disse...

Olá Quim. Obrigado pelo mail sobre o almoço. Já fui ao blog fazer a inscrição mas não sei onde nem como. Deixei um pedido de informação. Bjo e bom Domingo.