segunda-feira, maio 09, 2005

poema

"...eu hoje queria compor um poema para ti... queria dedicar-te, amor, a mais bela poesia que exprimisse a nostalgia das horas longe de ti... queria dizer-te quão triste é o ciúme que persiste e em minh` alma penetra!... oh... se eu fosse poeta!... quereria cantar o suavíssimo calor do teu olhar, e depois... depois rimar o nosso amor!... se eu fosse poeta, em estrofes dir-te-ia que és o sonho, és a magia que meu coração desperta... e cantaria no final um grande amor sem igual que em sonhos flutua!... e, com ternura e com paixão dar-te-ia meu coração, amando-te com todo o ardor, pois tu és tu, minha e meu amor!..."

11 comentários:

BlueShell disse...

Pois eu te garanto, poeta, que acabste de fazer um belíssimo poema de amor...Confia em mim!

Abraço apertado, BShell

woelfin disse...

.... só de ler o que escreves, tu...também para mim és um sonho....
sei que sentes o que escreves, a tua sensibilidade é tão viva, suave, delicada...
e sem te conhecer fazes-me tu também sentir mais amada... não me perguntes por quem, porque isso eu não sei...
mas adoro passear por este teu "canto"...
onde tudo me encanta e me fascina...
e não me deixa sentir tão sozinha...
bj

circe disse...

To Woelfin:
Fico tão feliz quando sinto o Amor
no ar, tal qual um arco-íris na tarde cinzenta! Então, se não fôr antes, pode abraçá-lo em 25 de Junho, teríamos o motivo maior para
nos encontrarmos, em vez de andarmos práki à porrada na casa uns dos outros... Seja quem fôr, um bem-haja para si, Woelfin.
E Um bj. para ti, Lobices afortunado! ;)

wind disse...

E conseguiste escrever um poema:) bjs

Mitsou disse...

Consegues sempre escrever poemas nas tuas prosas. Beijo grande, Quim.

Anónimo disse...

Hum... :)*

Guadalupe disse...

You Are So Beautiful
You are so beautiful, to me
You are so beautiful, to me
Can't you see
You're everything I've hoped for
You're everything I need
You are so beautiful to me
You are so beautiful to me,
can't you see-:)**

boa noite a todos;)

woelfin disse...

To Circe:

Thank you for the words you've posted yesterday.
You're really a nice person.
And I do think you know what I'm feeling...
I've read some of your previous posts on Murcon.
You're fun and you have a great sense of humour...
But you know, I've read in some previous posts on Murcon that this meeting is only for bloggers and I'm not one of them... I just post...(I'm new on this)
So, I have tried to see where this meeting will take place but can't find it...
So will I ever meet you all?
Wish you a special day

Um bem-haja também para si
e um dia cheio de rosas
de uma amiga nova :)

Guadalupe disse...

To woelfin

Tomara saber sentir assim, e escrevê-lo "cantando por toda a parte"..deixo a minha singela admiração e.. (porque não?)alguma emoção pelas palavras ditas.
Tomara...

Um abraço desta desconhecida Guadalupe

woelfin disse...

To Guadalupe

...conhecer alguém aqui e ali que pensa e sente como nós, e que embora distante, está perto em espírito, eis o que faz da Terra um jardim habitado.
(Goethe)

Agradeço as suas amáveis palavras
Um abraço de mais uma amiga

Guadalupe disse...

Tenho-te de novo comigo, na internet, à noite..Reavi-te. Fui buscar-te, coloquei-te no meu "blue" (não gostavas dessa palavra, blue..) Ninguém te separará de mim, enquanto eu estiver por aqui, enquanto não me for embora..E quando for, não irás comigo, como dizias.
Porque sei que é comigo que quiseste estar, e ainda queres...aí longe, onde estás. Queres, não? Sim, queres.
Ligo-te comigo, nesta sinfonia que construímos, na cumplicidade que tínhamos aqui.
O resto, é desilusão. Ou ilusão. O resto, com algumas excepções que conheces, é uma farsa. Um teatro onde os actores desempenham vários papéis. O resto, não passa de copy paste.
Como no teatro, são personagens sem identidade fixa. Ora são uns, ora outros. Pululam de palco em palco, um momento aqui, outro ali. Pousam de flor em flor, e pulam como pulgas, saltitam de cenário, ora são monstros, ora são anjos..ou um duplo Mr. Hide.
Não te rias....sabias que me ia desiludir sem ti, não sabias?
Ou ri-te, de ti não me importo de ouvir o riso..terno, suave..como o dourado reflexo dos teus olhos. Ou como o abraço que à noite me davas aqui, tão real como o beijo que reservavas só para mim, ali...
Por isso, tenho-te de novo comigo..blue, que passaste a ser, blue como a outra parte de mim.
O resto, como sabes, é tão enganador como o mágico que tira coelhos da cartola, e nesses coelhos, não se pode confiar.
Diverte-te, dizes-me tu. Sim, faço o possível.
Diverte-te, dizes-me tu, mas não confies demasiado. Sim, faço o possível.
Agora que te reavi, tomas conta de mim, como dizias antes?
Acordas-me de manhã, para eu não me atrasar?
Contas-me o teu dia, como me contavas quando estavas aqui comigo?
Ficas comigo?

(desculpem..este sítio mágico)

abraços

guadalupe